EXPLORAÇÃO DO CONCEITO “JOGO E CULTURA” NO CAMPO DAS ARTES PLÁSTICAS

Autores

  • Maria Helea Pires César Canotilho Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança
  • Luís Filipe César Arquitecto
  • Luís Manuel Leitão Canotilho Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança

Palavras-chave:

Animação artística, Cultura, Careto, Festas de Inverno, Jogo, Máscara, Mascaradas de Invierno, Perspectiva, Pintura de Luís Canotilho, Profano, Ritual, Sagrado

Resumo

Geograficamente a região que compreende as províncias de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal) e de Zamora (Espanha) comunga de rituais ancestrais comuns e únicos, apesar das fronteiras políticas, diluída nos dias de hoje em consequência da integração na Comunidade Europeia. Pretendemos abordar os conceitos já explorados de “Sagrado” e “Profano”, no presente caso parecem não ser antagónicos, senão interdependentes, nas pequenas comunidades rurais portuguesas e espanholas. O conceito foi explorado e descrito através de dois óleos sobre tela, da autoria de Luís Canotilho, tendo como base exploratória as “Festas de Inverno em Trásos- Montes e Alto Douro” e as “Mascaradas de Invierno de Zamora” e a manifestação religiosa que constitui a romaria católica da “Senhora do Nazo”, perto da cidade de Miranda do Douro.

Downloads

Publicado

2012-03-30