DA TRÍADE ADORNIANA HIPOTÉTICA - TAH - AOS PLANOS HIPOTÉTICOS DE AUDIÇÃO - PHA: REFLEXÕES SOBRE O CONCEITO DE AUDIÇÃO INTELIGENTE - AUIN

Conteúdo Principal do Artigo

Marco Aurélio Aparecido da Silva
Levi Leonido Fernandes da Silva

Palavras Chave

Ensino de música, Indústria cultural, Paisagem sonora, Audição inteligente

Resumo

O objetivo deste trabalho é refletir acerca dos conceitos abordados, estudados e construídos em nossa tese de doutorado, buscando entender como apropriação de tais conceitos contribuem para a educação musical. São eles: Tríade Adorniana Hipotética - TAH, Planos Hipotéticos de Audição - PHA e Audição Inteligente - AUIN. Em nosso estudo, tais conceitos foram amplamente abordados conferindo um caráter de relevante significado para os estudos em educação musical, portanto, entendemos que devam ser tais construções intelectuais, democraticamente colocadas à disposição da comunidade acadêmica e científica, de forma a contribuir para a ampliação da episteme proposta. “Audição Inteligente”, é um conceito recente, validado em nossa pesquisa de Doutorado e traz em seu cerne, sólidas bases científicas fundamentadas em estudos de Theodor W. Adorno, Murray Schafer e Aaron Copland, entendendo a relação entre ensino de música, paisagem sonora e ambiente social, tendo como aporte metodológico os princípios da pesquisa participante. Propomo-nos assim, em estudos de Pós-Doutoramento, aferir o Estado da Arte no universo onde nossa pesquisa se deu validando assim, o conceito construído. De tal forma, esperamos contribuir para que o processo de educação sonora se consolide ou ao menos, desperte um “olhar” mais atento a esta temática em toda sua solidez.

Resumo 48 | PDF Downloads 37
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.