INTEGRAÇÃO CORPO-MENTE-INSTRUMENTO NA ARTE MUSICAL: aspectos cognitivos e sua significância segundo o entendimento de músicos brasileiros

Conteúdo Principal do Artigo

Maria Beatriz Licursi
Elsa Maria Morgado
Mário Aníbal Cardoso
Levi Leonido Fernandes da Silva

Palavras Chave

Neurociência, Cognição Musical, Percepção dos Músicos, Performance

Resumo

Nesta investigação, fruto da tese de doutoramento, salientamos o estudo da neurociência em seus respetivos tópicos pertinentes à arte musical vinculados à integração corpo-mente-instrumento. Nossa definição do problema realizou um inquérito a respeito da compreensão dos músicos sobre os processos cognitivos, motivacionais e emocionais integrados corporalmente bem como a realização da performance musical. De acordo com o nosso objetivo geral, avaliamos as percepções dos profissionais sobre o papel do corpo na execução musical, determinando o problema. Foram aplicados questionários fechados utilizando a escala Likert em paralelo ao questionário de opiniões com abordagem qualitativa cuja avaliação empregou o método Bardin de análise de conteúdo. A hipótese geral foi a de que se encontra presente na percepção dos músicos desde a sua formação a ideia de que a performance musical é otimizada pela integração corpo-mente-instrumento. Validadas as dez hipóteses levantadas comprova-se que os aspectos cognitivos são importantes para a integração corpo- mente-instrumento, na arte musical.

Resumo 13 | PDF Downloads 14
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.